É impossível se pensar em comida típica suíça e não pensar em fondue. Réchaud na mesa, Fondue quentinho e uma conversa agradável em uma noite fria. Este é um prato para ser degustado sem pressa.

Fondue é um prato de origem suíça, originalmente à base de queijo aquecido sobre um rechaud, ou outra fonte de calor pouco intenso e do qual as pessoas se servem diretamente.
Consiste basicamente em uma mistura de queijos (normalmente dos queijos Gruyère e Emmental) fundidos com vinho.

A região de origem da fondue não é totalmente conhecida, mas deve situar-se na região de Jura/Savoie, na fronteira franco-suíça. A receita mais antiga encontra-se num livro de cozinha escrito em Zurique em 1699.

Contrariamente à crença popular, não teria sido inventada por pessoas vivendo nos alpes suíços, pois nessa época o queijo usado na fondue era caro, o que significa que não estaria ao alcance da maior parte das pessoas vivendo nas montanhas. Assim, durante os séculos XVIII e XIX a fondue teria sido uma iguaria desfrutada apenas por pessoas mais ricas, vivendo nas cidades.

Na década de 1950 a fondue entrou nas cozinhas do exército suíço, tornando-se assim conhecida dos soldados, que levaram esta receita para suas casas. Por isso até hoje, a preparação da fondue é considerada como uma “coisa de homem” na Suíça, apesar de que eu mesma já preparei vários fondue. E saque o quê? Os “homens modernos” nem se rebelam com isso. Sentam-se confortavelmente  no sofá, esperando essa delícia ficar pronta. 
Fondue e brasileiros? Fondue e Capirinha ;o)